História da Indústria: surgimento, vantagem e desvantagens.

O surgimento da indústria

Por muito tempo, há milhares de anos, os seres humanos sobreviveram de caça, da pesca e da coleta. Caçavam animais para comer a carne e aproveitar a pele e os ossos. Pescavam nos rios e lagoas e colhiam frutos das árvores das florestas. Aos poucos, alguns seres humanos foram aprimorando a tecnologia e aprendendo a aproveitar melhor os recursos da natureza. Aprenderam, por exemplo, a usar o barro para fazer panelas, a palha para cobrir as casas e o algodão para confeccionar roupas. Aprenderam também a plantar com o auxílio de animais e arados, a estocar alimentos, a criar animais.

Os seres humanos sempre desenvolveram, e continuam desenvolvendo, habilidades e instrumentos de trabalho para produzir os objetos dos quais necessitam. Por um longo período, prevaleceu o trabalho manual e a produção de bens em pequena quantidade: foi o tempo dos artesãos e das manufaturas. O uso de máquinas e de novas fontes de energia, como o carvão, a eletricidade e o petróleo, aumento muito a produção e mudou toda a organização do trabalho: as fábricas substituíram as oficinas e os artesãos tornaram-se operários, empregados de fábricas.

A produção passou a ser mecânica feita em grande quantidade, para que os produtos ficassem mais baratos e fossem vendidos para muitos consumidores e em muitos lugares. Esse processo, a Revolução Industrial, começou há pouco mais de 200 anos e continua marcando profundamente o nosso tempo.
Um exemplo concreto de produção industrial é o da transformação do algodão em tecido, que é usado na confecção das roupas que vestimos. O algodão é uma das matérias-primas básicas da indústria têxtil, a indústria que produz tecidos. Existem tecidos como o nylon, cuja matéria é o petróleo.

Uma história que nasceu com o ser humano

Indústria, como você já sabe, é atividade de transformação da matéria-prima (produto bruto ou semiacabado) em produto industrializado. Essa atividade vem dos primeiros tempos do homem, mas antigamente era feita quase só com as mãos, sem ferramentas. Quando o homem ou a mulher amassava um pouco de barro ou argila, para fazer uma bacia ou um vaso, estava fazendo artesanato.

No processo artesanal, todas as fases de produção são realizadas normalmente por uma única pessoa, que usa as mãos ou suas próprias ferramentas e, geralmente, trabalha em casa. Com o passar do tempo, o artesanato evoluiu para a manufatura.

Um comerciante comprava a matéria-prima e as máquinas ou ferramentas, pagando ao artesão para fabricar o produto, o comerciante passou a reunir os trabalhadores num só local. Nesse momento, o trabalho deixa de ser isolado, individual, para se tornar coletivo. Várias pessoas, cada uma fazendo a sua parte, trabalhavam no mesmo produto. Surge então a indústria, da forma que existe até hoje.

O artesanato nunca deixou de existir, mas hoje convive com muitas outras formas de produção, desde as fábricas mais antiquadas até as indústrias de alta tecnologia.

A indústria transforma a matéria-prima

Geralmente, as matérias-primas são obtidas pelo trabalho das pessoas na agricultura, na pecuária e no extrativismo.
Na indústria, por meio do trabalho humano, a matéria-prima é transformada em outro produto.O trigo obtido na agricultura, por exemplo, é transformado em farinha. A farinha de trigo pode ser usada para fazer um bolo. E ela também pode ser comprada por uma indústria, que a transformara em biscoitos, macarrões, etc.

1. Qual a matéria-prima dos seguintes produtos:
a) Açúcar
b) Papel
c) Biscoito
d) Queijo

Agricultura e problemas ambientais

Quando falamos em problemas ambientais, geralmente lembramos grandes cidades, com muitos carros e fábricas poluindo o ar, água de rios e praias contaminadas. No meio rural, contudo, também ocorrem muitos problemas ambientais. Há, por exemplo, muitos casos de contaminação das águas e do solo por causa do uso intenso de agrotóxicos e outros produtos químicos nas plantações.

Muitas fazendas e muitos sítios, no entanto, usam técnicas alternativas para não prejudicar o ambiente e a saúde das pessoas. No lugar de fertilizantes químicos, por exemplo, são utilizado fertilizantes orgânicos, também chamados biofertilizantes, que são produzidos com espécies vegetais, esterco e minerais, entre outros.

Vantagens e desvantagens da industrialização

Por meio da implantação de máquinas em indústrias de todos e quaisquer tipos, o qual substitui algumas funções antes exercidas pelo homem, muitas vezes tendo em vista o maior crescimento e aceleração nas produções, o processo de industrialização impulsiona a urbanização e crescimento.

A industrialização tem vantagens e desvantagens.

As vantagens são: maior produção em empresas, aumento das tecnologias, e grandes lucros.
Desvantagens: produção do meio ambiente, diminuição dos empregos, trocas de trabalho manual pelas máquinas. Consequência da Industrialização no Brasil. O processo de industrialização brasileira apresentou vários aspectos positivos, mas também negativos.

Aspectos positivos

  • O Brasil deixou de se independente das exportações de produtos agrícolas.
  • Os salários nas indústrias, com o tempo, ficaram mais atrativos do que no campo.
  • A industrialização gerou renda, aumentou o consumo e impulsionou o crescimento da economia brasileira.
  • O preço de produtos industrializados passou a ficar mais barato para o consumidor brasileiro. Antes, os manufaturados importados chegavam aos brasileiros a preços exorbitantes, limitando o consumo às classes sociais mais elevadas.

Aspectos negativos

  • Aumentou o êxodo rural, criando uma alta concentração populacional nas grandes cidades. Esse fato gerou problemas sociais (falta de moradia, aumento da violência, etc.).
  • Aumentou o nível de poluição do ar gerado pelas indústrias. Estas também foram responsáveis, principalmente no século XX, pelo aumento da poluição de rios e contaminação dos solos. O uso cada vez maior de máquinas e equipamentos tecnológicos fez aumentar o desemprego nas indústrias.

Índice de conteúdos de História

 

 

   

1 Response

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.