Animais invertebrados

Ciências

Habilidades BNCC

EF03CI04 – Identificar características sobre o modo de vida dos animais mais comuns no ambiente próximo.
EF03CI05 – Descrever e comunicar as alterações que ocorrem desde o nascimento em animais de diferentes meios terrestres ou aquáticos, inclusive o homem.
EF03CI06 – Identificar, comparar alguns animais e organizar grupos com base em características externas comuns (presença de penas, pelos, escamas, bico, garras, antenas, patas etc).

Os animais invertebrados

Os invertebrados são aqueles animais que não possuem coluna vertebral, crânio ou ossos. Porém possuem esqueleto. Esse esqueleto é diferente do nosso esqueleto. O esqueleto nesse caso se caracteriza como qualquer parte dura e resistente do corpo de um animal que desempenha a função de sustentação e proteção.

Os invertebrados são divididos em vários grupos, os principais são: artrópodes, anelídeos, cnidários, moluscos e equinodermos.

Artrópodes

Nesse grupo estão os mosquitos, abelhas, formigas, besouros, borboletas, grilos, baratas, centopeias, aranhas, escorpiões, siris, caranguejos etc. É o grupo mais numeroso do mundo animal.

Os artrópodes têm um esqueleto externo, duro e resistente, que reveste e protege todo o seu corpo. As pernas dos artrópodes são articuladas, ou seja, podem se dobrar, o que permite a movimentação. Os insetos, os crustáceos e os aracnídeos fazem parte do grande grupo dos artrópodes.

Os insetos são o maior grupo de animais, com mais de 1 milhão de espécies. Baratas, besouros, moscas, formigas, mariposas, lagartas, grilos, percevejos, abelhas, cigarras e pulgas são alguns representantes do grupo dos insetos. Eles possuem seis pernas, duas antes e alguns também têm asas.

Os crustáceos mais conhecidos possuem dez pernas e quatro antenas. A lagosta é um crustáceo. Seu corpo é coberto por uma casca dura. Os aracnídeos possuem oito pernas e não têm antenas. Aranhas, escorpiões, carrapatos e ácaros são alguns exemplos de aracnídeos terrestres que podem se alimentar de pequenos insetos e até mesmo de pequenos vertebrados, como lagartixas. Carrapatos e piolhos são parasitas que sugam o sangue de outro ser para se alimentar.

Anelídeos

Os anelídeos são invertebrados de corpo alongado, mole e que se locomovem por contrações da musculatura presente em todo o corpo. Eles não tem esqueleto. A minhoca é um anelídeo muito conhecido, que vive em solos úmidos e se alimenta de restos de organismos. Nutrientes presentes nas fezes das minhocas enriquecem o solo, contribuindo para o desenvolvimento das plantas.

Cnidários

Os cnidários são animais que vivem em ambientes aquáticos, a água-viva e a anêmona pertencem a esse grupo. Outras espécies, como os corais, produzem esqueletos de calcário e vivem em colônias formadas por vários indivíduos.

Moluscos

Caramujos, polvos, lulas, mariscos, vieiras e ostras são exemplos de moluscos. Seus corpos são moles e podem ou não estar protegido por uma concha. Os moluscos vivem em diversos ambientes, porém a maioria vive no ambiente marinho vivem em água salgada como mares e oceanos. Eles podem ser encontrados fixos em rochas, em recifes de coral ou enterrados na areia ou na lama. Lulas e polvos são bons nadadores.

Equinodermos

Estrela-do-mar e ouriço são um exemplo de animais do grupo equinodermos. As estrelas-do-mar se alimentam de animais que não se locomovem, como os corais, ou de moluscos que se movimentam lentamente. Seus corpos não tem cabeça e nem cauda. Todos os equinodermos são marinhos, ou seja, nenhuma espécie vive em água doce ou em ambiente terrestre.

 

Índice de conteúdos de Ciências

Reino Animal

Animais Vertebrados

 

 

   

{formulário de inscrição}

Este post tem 2 comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.