Fábula sobre convivência

Fábula sobre a convivência.

Material no formato word pronto para imprimir.

Clique para baixar:  Fábula da convivência

Fábula da convivência

Há milhões de anos, durante uma era glacial, quando parte de nosso planeta esteve coberto por grandes camadas de gelo, muitos animais, não resistiram ao frio intenso e morreram, indefesos, por não se adaptarem às condições.

Foi, então, que uma grande quantidade de porcos-espinho, numa tentativa de se proteger e sobreviver começaram a se unir, juntar-se mais e mais. Assim, cada um podia sentir o calor do corpo do outro. E todos juntos, bem unidos, agasalhavam uns aos outros, aqueciam-se mutuamente, enfrentando por mais tempo aquele frio rigoroso.

Porém, vida ingrata, os espinhos de cada um começaram a ferir os companheiros mais próximos, justamente aqueles que lhes forneciam mais calor, aquele calor vital, questão de vida ou morte. E afastaram-se, feridos, magoados, sofridos. Dispersaram-se, por não suportarem mais tempo os espinhos dos seus semelhantes. Doíam muito…

Mas essa não foi a melhor solução! Afastados, separados, logo começaram a morrer de frio, congelados.
Os que não morreram voltaram a se aproximar pouco a pouco, com jeito, com cuidado, de tal forma que, unidos, cada qual conservava uma certa distância do outro, mínima, mas o suficiente para conviver sem magoar, sem causar danos e dores uns nos outros.

Assim, suportaram-se, resistindo à longa era glacial. Sobreviveram.

Disponível em: http://betafm.com.br/fabuladaconvivencia.htm. Acesso em 15.mar.2014

 

 

   

{formulário de inscrição}

Este post tem 3 comentários

  1. Lorença Ferreira da silva

    bom dia esses conteúdo são muito rico para o desenvolvimento dos aluno parabém

  2. TEREZA RIBEIRO DOS SANTOS

    PARABÉNS! TODAS AS ATIVIDADES SÃO MAGNÍFICAS.

    1. Ensinar Hoje

      Obrigado! Ficamos felizes em saber que você gostou.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.